Relações e amor

Liberte o animal sexual que há em si

Por  | 

Existem casamentos e relações que com o tempo começam a sofrer de um mal mais comum do que se pensa: o arrefecimento da vida sexual e do romance. Mas tal não é uma inevitabilidade e por isso aqui ficam algumas dicas para libertar o animal sexual que há em si e manter a sua vida romântica bem viva!

Não pare de namorar

O namoro é a altura mais excitante de qualquer relação. O sentimento de conquista e a necessidade de inovar e experimentar coisas novas para agradar a seu parceiro são o grande motor por trás de uma relação excitante e com capacidade de se renovar. Não deve por isso terminar com a fase do namoro, quer seja através de encontros em sítios diferentes e que explorem novas facetas da sua relação enquanto casal ou através de acções mais juvenis, como a troca de beijos na fila de trás do cinema. Recorra à jovem que ainda há em si para manter esse espírito mais juvenil vivo na relação.

Evite a rotina da casa

É muito fácil o casal cair na rotina e ceder por vezes ao cansaço do quotidiano, aproveitando os fins-de-semana para descansar ficando em casa. Apesar de muitas vezes tal ser compreensível, é importante que essa rotina não se torne permanente e que ainda existam saídas: restaurantes, cinema, fins-de-semana fora, etc. Tudo isto é importante para interagir fora do ambiente habitual do casal e aproveitar essa novidade para experimentar novas fantasias fora do quotidiano que ajudem a alimentar a sua energia sexual.

Experimente uma redecoração do quarto

O quarto de um casal deve ser redecorado e renovado de forma regular, de forma a associar-se à capacidade de renovação sexual que o casal tem que ter. A rotina na relação sexual pode traduzir-se no facto do seu quarto se manter igual ano após ano. É também importante para manter o romance aceso ter o quarto limpo de objectos que lembrem o dia-a-dia, como cestos de roupa, brinquedos das crianças, documentos de trabalho, etc. O quarto deve ser acima de tudo um espaço íntimo que providencie ao casal o ambiente ideal para libertarem a sua imaginação romântica e sexual.

Não tenha medo de dizer o que quer

Numa relação aberta e duradoura não pode existir o receio de se envergonhar perante o seu parceiro ou o receio de que o seu parceiro tenha vergonha de si. As fantasias sexuais são naturais em qualquer adulto e mesmo que possam parecer pouco habituais ou mesmo estranhas, a comunicação entre o casal é fundamental para que estas se possam concretizar. Não tenha receio de dizer ao seu parceiro o que quer, como quer, e que experiências novas quer ter. Da mesma forma, deve ser compreensiva e aceitar as fantasias da sua cara-metade.

Não ignore os problemas sexuais

Infelizmente alguns casais deixam os problemas sexuais arrastarem-se durante algum tempo até que fica muito difícil conseguir lidar com eles. Este é o maior erro de todos, pois uma vida sexual saudável é de extrema importância numa relação, e deve por isso lidar com qualquer sintoma de problema de forma séria.

Deixe o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *