Diversos

A arte de ser mulher

Por  | 

Ser mulher é em si mesmo um trabalho a tempo inteiro. Conseguir conjugar todos os aspectos da vida de uma mulher moderna, do trabalho à vida familiar, do romance aos amigos… e tudo isto com a inevitável pressão social para não perder a sua feminilidade.

Vamos tentar dar algumas dicas para tentar conjugar tudo o que referimos:

Seja confiante

É o conselho mais óbvio, porventura o mais comum e de certeza o mais importante. Não se deixe abater por contratempos, principalmente se trabalha numa área onde o papel da mulher ainda não visto em tom de igualdade com o do homem. Não deixe da manifestar as suas fragilidades com aqueles mais próximos de si, mas em contexto de trabalho, não deixe que lhe digam que o facto de ser mulher a torna menos capaz.

Tenha tempo para si

Seja qual for a sua profissão e mesmo que a sua carga de trabalho em casa seja grande, não deixe de reservar algum tempo para si. Pratique desporto, relaxe, vá às compras, ao cinema, saia com as suas amigas… enfim, faça aquilo que lhe der mais prazer. Existe por vezes alguma pressão familiar (por vezes inocente) para que seja a mulher a arcar com a maior carga de trabalho doméstico, mas não se deixe encurralar. O seu parceiro e os seus filhos também devem contribuir.

Não faça da beleza um meio para um fim

Como mulher, deve manter a sua feminilidade e explorar o seu aspecto de forma a construir a sua confiança e mostrar-se simultaneamente como feminina e independente. No entanto, apesar de isto ser importante, não pode deixar que ganhe demasiada dimensão. O que é que isto quer dizer? Não use a sua beleza para ganhar vantagens nem se compare constantemente com outras mulheres de forma a melhorar a sua auto-estima. Se o fizer correrá o risco de muitas vezes ser apenas reconhecida pela beleza e não pelo seu verdadeiro valor.

O romance é um jogo para dois

As mulheres são sem dúvida mais românticas que os homens, e ao fim de algum tempo de relação ou casamento, esta tendência acentua-se, perdendo o homem o seu romantismo inicial. Não deixe que isto aconteça, mantenha o romantismo vivo no seu parceiro mostrando-lhe como este é importante para si e para a sua relação. A mulher moderna não se deixa acomodar à rotina.

1 Comment

  1. Jadersom Ribas

    Fevereiro 27, 2013 em 7:16 pm

    Porque “mulher moderna” fala que é tão “independente” mas, na hora H, precisa sempre da “dependencia” da conquista dela por um Homem…quando é que vão sair do armário? Quando é que eu vou ver “mulher moderna” conquistando e sustentando o seu amado? Afinal, ser conquistada, isto é coisa de AMELINHA, aquela DEPENDENTE, atrasada, burra,etc…

Deixe o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.