Relações e amor

Como apimentar a sua relação

Por  | 

Existem poucas coisas piores numa relação do que sentir que esta está a estagnar, que se estabeleceu uma rotina e que não existem indícios de que se vá sair dela. Esta estagnação tem efeitos a nível emocional e sexual, e por vezes é necessária iniciativa para a tentar ultrapassar.

Vamos tentar dar algumas dicas que pode tentar para dar a volta a uma situação deste tipo.

Acima de tudo, não deixe que a manifestação de afectos desapareça. Lembre-se de como eram os primeiros tempos de namoro e tente recreá-los. Namorisque sempre que possível, no cinema ou no carro, não tenha medo de mostrar as suas emoções e o seu lado mais afectivo. Assim vai conseguir recrear os tempos de excitação inicial de uma relação que se devem manter ao longo da mesma e nunca se desvanecer.

Utilize o seu corpo com confiança, não se deixe convencer pela ideia de que já não é sensual ou atractiva, isso cabe-lhe a si. Vista-se de forma a conseguir acentuar as suas melhores qualidade físicas despertando a atenção do seu companheiro. Esta dica funciona para os dois lados, não deixe o seu companheiro sentir que você não o acha atraente.

No lado sexual, experimente coisas novas ou recupere algo que perdeu com o tempo. Existem coisas simples que podem ajudar os casais, como massagens, tomar banho juntos ou dormir nus, que podem reacender qualquer chama que se tenha perdido. Estas pequenas coisas ajudam a criar o clima para uma vida sexual mais satisfatória e activa, mas pode sempre recorrer à ajuda externa de uma sex-shop. Não se sinta inibida, experimente, nunca sabe o que pode encontrar.

Cada casal tem a sua dinâmica própria e os seus gostos próprios, pelo que é difícil ser específico nestas situações: a sua imaginação acaba por ser o mais importante e recorra a ela sempre que possível. No entanto tenha a cautela de não tentar forçar nenhuma actividade da qual o seu companheiro não goste o que o faça sentir inconfortável. A comunicação é um especto fundamental, não se esqueça disso.

Deixe o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.