Relações e amor

Como apimentar a sua relação

Por  | 

Existem poucas coisas piores numa relação do que sentir que esta está a estagnar, que se estabeleceu uma rotina e que não existem indícios de que se vá sair dela. Esta estagnação tem efeitos a nível emocional e sexual, e por vezes é necessária iniciativa para a tentar ultrapassar.

Vamos tentar dar algumas dicas que pode tentar para dar a volta a uma situação deste tipo.

Acima de tudo, não deixe que a manifestação de afectos desapareça. Lembre-se de como eram os primeiros tempos de namoro e tente recreá-los. Namorisque sempre que possível, no cinema ou no carro, não tenha medo de mostrar as suas emoções e o seu lado mais afectivo. Assim vai conseguir recrear os tempos de excitação inicial de uma relação que se devem manter ao longo da mesma e nunca se desvanecer.

Utilize o seu corpo com confiança, não se deixe convencer pela ideia de que já não é sensual ou atractiva, isso cabe-lhe a si. Vista-se de forma a conseguir acentuar as suas melhores qualidade físicas despertando a atenção do seu companheiro. Esta dica funciona para os dois lados, não deixe o seu companheiro sentir que você não o acha atraente.

No lado sexual, experimente coisas novas ou recupere algo que perdeu com o tempo. Existem coisas simples que podem ajudar os casais, como massagens, tomar banho juntos ou dormir nus, que podem reacender qualquer chama que se tenha perdido. Estas pequenas coisas ajudam a criar o clima para uma vida sexual mais satisfatória e activa, mas pode sempre recorrer à ajuda externa de uma sex-shop. Não se sinta inibida, experimente, nunca sabe o que pode encontrar.

Cada casal tem a sua dinâmica própria e os seus gostos próprios, pelo que é difícil ser específico nestas situações: a sua imaginação acaba por ser o mais importante e recorra a ela sempre que possível. No entanto tenha a cautela de não tentar forçar nenhuma actividade da qual o seu companheiro não goste o que o faça sentir inconfortável. A comunicação é um especto fundamental, não se esqueça disso.

Deixe o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Os cookies ajudam-nos a fornecer os nossos serviços. Ao utilizar os nossos serviços, concorda com a utilização de cookies. Saber mais

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close