Diversos

Grávidas podem viajar de avião?

Por  | 

Está grávida? Antes de mais queremos dar-lhe os parabéns! Não há outra sensação no mundo que supere ser mãe. A verdade é que a partir de agora a sua vida vai mudar por completo, mas no que diz respeito a viajar não há grandes alterações. Talvez não seja um boa ideia pegar numa mochila e ir caminhando por aí, mas há muitas outras formas de viajar. Para além disso, viajar pelo mundo com crianças irá dar-lhe uma visão totalmente diferente e os pequenos vão aprender imenso, não só sobre outras culturas, mas principalmente sobre valores.

Como referimos anteriormente, também é possível viajar com crianças. No entanto, se estiver grávida deve tomar algumas precauções com a sua saúde e do seu bebé. Por exemplo, é importante que tenha atenção que existem algumas restrições quando viaja de avião.

Hoje vamos ver tudo o que deve saber a respeito de viajar grávida. Vem connosco?

 

Viajar de avião não é perigoso para o feto

Algumas mulheres grávidas ficam reticentes se tiverem que viajar de avião, o que é compreensível, uma vez que a quantidade de oxigénio dentro do avião é bastante baixa. No entanto, é importante saber que alguns estudos mostraram que o coração do bebé continuar a bater de forma igual durante todo o trajecto, o que significa que o bebé recebe sempre o oxigénio que necessita. Por outro lado, deve ter em conta que nem o ruído, nem as vibrações, nem as acelerações, nem as turbulências são perigosas para o feto. Apesar de tudo, é preferível que a viagem não dure mais do que 4 horas.

 

Consultar o médico

Como acabamos de comentar, voar grávida não representa qualquer risco para o bebé. No entanto, recomendamos que consulte sempre o seu médico antes de viajar, especialmente se já teve algum problema durante a gravidez: perda de sangue, hipertensão, diabetes, etc.

Para além disso, deve ter mais cuidado se estiver à espera de gémeos ou se já teve um parto prematuro durante uma gravidez anterior.

grávidas podem viajar de avião

Dependendo do trimestre

De uma forma geral pode-se viajar durante os dois primeiros trimestres da gestação. Mas, há que ter em conta que é mais fácil as mulheres grávidas viajarem no segundo trimestre, uma vez que as náuseas costumam ser menores durante este período. Para além disso, a energia costuma ser maior do que no início ou no final da gestação. Com efeito, se não houve nenhuma complicação pode voar até à semana 36, apesar de algumas companhias aéreas colocarem algumas restrições a partir da semana 28 devido ao risco de parto prematuro. O que essas companhias fazem é exigir um certificado médico à mãe a confirmar a fase da gravidez e o estado da passageira. Para além disso, em alguns casos, as companhias aéreas exigem à futura mamã que assine um documento a livrá-las de qualquer responsabilidade em caso de haver algum problema. Em qualquer dos casos, o melhor é que antes de viajar ou, até mesmo antes de comprar o bilhete, se informe muito sem sobre as regras da companhia onde está a pensar voar.

 

Conselhos práticos

Se está a pensar em voar durante a gravidez, então recomendamos que siga alguns conselhos. Por exemplo, é boa ideia utilizar meias de compressão para ajudar à circulação e aliviar o inchaço nas veias, já que durante a gravidez aumenta o risco de trombose e varizes nas pernas.

Também recomendamos que escolha um assento na primeira fila, junto ao corredor e próximo da casa de banho. Para além disso, deve levantar-se cinco minutos a cada hora e caminhar um pouco. Por outro lado, deve também beber muita água e pôr o cinto de segurança por baixo da barriga.

Deixe o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

four × 5 =